Meu filho acorda de hora em hora!

Meu filho acorda de hora em hora!

Meu filho acorda de hora em hora!

O sonho de todas as mães é que o bebê mame bastante, ganhe peso e tenha longos períodos de sono à noite, para que todos possam descansar. No entanto, os recém-nascidos acordam para mamar, inclusive à noite. É assim mesmo.

Após algumas semanas, à medida que ganhar peso (conforme poderão atestar as consultas com o pediatra), o bebê poderá fazer intervalos de sono maiores durante a noite, não precisando ser acordado para mamar. Bebês prematuros ou de baixo peso precisam ser acordados e ter horários mais rigorosos, algo entre duas e três horas de intervalo entre o início de uma mamada e a seguinte.

Mamadas com intervalos muito curtos, de hora em hora, além de aumentarem a chance de machucar os mamilos, não satisfazem o bebê porque eles estão cansados e não conseguem mamar o suficiente. Em situações assim é importante que a mãe tente identificar o que está acontecendo para mudar essa rotina caótica.

Fique atenta…

  • Nem todo choro é de fome…
  • Os bebês precisam de colo no início da vida. E precisam que os adultos confiem na sua crescente capacidade de auto-regulação.
  • Quando acordados, os bebês gostam quando conversam com eles, olhos nos olhos. Eles se tranquilizam e conseguem dormir melhor.
  • Mamar e dar de mamar exige intimidade. Mãe e filho precisam de sossego.
  • Não permita que o bebê passe de colo em colo: ele fica agitado e um tanto desorganizado.
  • O bebê precisa estar ativo para mamar, por isso mesmo tente acordá-lo com delicadeza, acenda a luz, deixe-o sentir um pouco de frio nas pernas… Evite dar de mamar quando o bebê estiver sonolento.
  • Troque as suas fraldas depois de oferecer a primeira mama, para que o bebê acorde e mame melhor na segunda. Assim ele poderá fazer uma refeição mais completa e aumentar o intervalo entre as mamadas.
  • O leite materno é de fácil digestão e o estômago do bebê é pequeno. Por isso nas primeiras semanas de vida os bebês mamam com mais frequência. Mamar é cansativo para o bebê.
  • Garanta uma boa pega e ofereça sempre a segunda mama a cada mamada.
  • Certifique-se de que o bebê está mamando de forma adequada, e confira o ganho de peso do bebê nas consultas com o pediatra.
  • Os bebês choram quando precisam arrotar. Observe se não é o caso, antes de oferecer o peito novamente.
  • Não pressione a cabeça do bebê contra a mama, ele precisa de um tempinho para se aconchegar.
  • Cabe ao profissional da saúde avaliar e entender a situação junto com a família, para melhorar a rotina e permitir o descanso de todos.
  • Não desista na primeira dificuldade.

O Gamp21 oferece Consultoria em amamentação. Saiba mais

Sem Comentários

Deixe um Comentário